Acompanhe os nossos artigos e decida Viver Bem
  • Renata Martins

Sono de qualidade, um amigo indispensável.


A maioria de nós sabe que dormir bem é essencial e que também é um dos principais pilares da saúde.

O sono de qualidade é fundamental para realizarmos as tarefas diárias com disposição, produtividade e vigor.

Melhor ainda é manter uma rotina de sono, com o número de horas adequado para a sua faixa de idade, e que este sono passe por todos os ciclos necessários, que veremos a seguir.

Se dormirmos bem e o suficiente, todos os dias, alcançaremos uma performance vigorosa em nossas atividades.

Nosso organismo colabora muito quando nosso descanso é adequado.


Mas porque dormir é tão importante?

O funcionamento de nosso organismo depende de um sono regular e de qualidade.

Ele tem forte impacto no nosso humor, na restauração do nosso organismo e no equilíbrio psíquico e emocional.

A baixa qualidade de sono gera altos níveis de stress, aumentando nossa irritabilidade e nervosismo, reduzindo nossa paciência e disposição.

A ansiedade também é desencadeada pela falta de sono.

Outras doenças como diabetes também podem ser desencadeadas ou agravadas pela má qualidade do sono, além do nosso sistema imunológico ficar comprometido e outros problemas psíquicos serem desencadeados por este distúrbio.

Diante deste e de tantos outros efeitos nocivos, devemos considerar a hipótese de organizarmos melhor a nossa rotina de sono e também ficarmos atentos a qualidade desse sono.


Nosso organismo realiza funções extremamente importantes enquanto dormimos.

Algumas delas são a regulação da nossa imunidade, liberação hormonal como por exemplo produção do GH, consolidação da memória, entre outras funções de grande relevância para o funcionamento do nosso corpo e mente.


Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), 40% da população mundial tem distúrbios do Sono.

O nosso sono é comandado pelo relógio biológico que dura um ciclo de 24 horas.

É claro que fatores externos interferem neste nesse ciclo, tais como hábitos, cultura, ritmo de vida e trabalho promovendo variações.

Especialistas afirmam que melatonina - hormônio produzido pela glândula pineal cujo a produção é disparada assim que o sol se põe, é fundamental para a qualidade e aprofundamento do sono.


Normalmente um adulto necessita dormir até oito horas por dia.

Mas não é estabelecido uma regra quanto a duração do sono. Cada indivíduo tem seu próprio ritmo e deve ficar atento aos sinais do corpo que buscam uma regulação contínuo deste ciclo.


O problema começa quando ritmo é alterado e nosso organismo reclama.

Aí sim, vêm os problemas chamados distúrbios do sono

Existe um exame detalhado capaz de detectar mais de 80 distúrbios do sono, chamado polissonografia que é realizado em laboratórios especializados, normalmente.


Entre os distúrbios mais recorrentes estão a insônia, a apneia, o ronco, o sonambulismo e o bruxismo. Mas todo distúrbio deve ser comunicado ao médico e tratado adequadamente, devido às suas drásticas consequências.


Um estudo publicado pela site Harvard Health, disse que diversos fatores são responsáveis por interferir na qualidade do nosso sono.


"Os especialistas recomendam pelo de sete a nove horas de sono por noite, embora alguns possam precisar de mais ou menos que a média.

Pessoas que dormem menos de seis horas regularmente têm maior risco de diabetes, doenças cardíacas, derrame, declínio cognitivo e morte por qualquer causa.

O estudo ainda diz que a falta de um sono reparador também aumenta a probabilidade de ganho de peso e aumento do cortisol, diz o Dr. Manson. "Também foi descoberto recentemente que o sono é essencial para evitar ou reduzir o risco de declínio cognitivo", diz ela.

Os cientistas identificaram uma importante função de limpeza do cérebro que ocorre quando o mesmo está em repouso. Quando você dorme, um sistema de eliminação de resíduos no corpo, conhecido como sistema linfático, executa o que é essencialmente um ciclo de enxágue no cérebro, usando o líquido cefalorraquidiano (o líquido claro encontrado no cérebro e na coluna), diz Manson. Especialistas acreditam que esse fluido flui mais livremente pelo cérebro quando está em repouso durante a noite. Durante esse período, elimina uma proteína prejudicial conhecida como beta-amiloide, diz o Dr. Manson."

Quando esse processo não ocorre, os cientistas acreditam que a beta-amiloide pode se acumular, formando as placas características da doença de Alzheimer.

Os pesquisadores descobriram que em pessoas que desenvolvem a doença de Alzheimer,


6 dicas para ter um sono de qualidade


Se você tem problemas para dormir, ou tem um sono agitado, interrompido, ou mesmo acorda com a sensação que não dormiu, acompanhe as dicas abaixo que te ajudarão a melhorar a qualidade do seu sono.


1. Durma sempre no mesmo horário.

Adote horários fixos para dormir e acordar. Quanto mais você regular esta rotina, mais benefícios sentirá.


2. Livre-se de brigas, discussões e aborrecimentos no período da noite.

Não permita que nada nem ninguém tire o seu sono.

Se o assunto é pesado, ou você sabe que vai se alongar e invadir seu descanso, evite.

Deixe para o dia seguinte.


3. Faça uma alimentação leve.

A partir das 6h, evite alimentos pesados, cafeína e bebidas alcoólicas.


4. Procure manter os aparelhos eletrônicos afastados até duas horas antes da hora de dormir.

Os aparelhos eletrônicos que emitem luz azul, como televisores, tablets, computadores e smartphones, também diminuem a qualidade do sono. Se não puder desligá-los, configure o modo noturno.


5. Cuide do seu ambiente, do seu dormitório antes de dormir.

Preparar um ambiente sem nenhuma emissão de luzes (evitar os leds dos aparelhos), com temperatura agradável, talvez com um som com hertz mais baixo (432Hz é indicado), com um difusor de um óleo essencial calmante sejam boas dicas.


6. Exercícios físicos regulares, preferencialmente pela manhã ou tarde.

O exercício regular melhora consideravelmente a qualidade do sono.

Mas, se possível não faça exercícios, perto da hora de dormir, devido aos hormônios estimulantes que o exercício produz. Eles podem dificultar o aprofundamento do sono.


Procure manter um ritual de sono todas as noites bem marcado incluindo tarefas leves como ouvir uma música calma, ler um livro, meditar e siga este ritmo para melhorar ainda mais o seu sono.


Como anda sua preparação para o sono?

Te desejo noites de sono profundas e restauradoras.


Renata Martins


Imagem deWokandapixporPixabay



25 visualizações

Contato

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

MMXX © Copyright - Desafio Viver Bem

Maximize Treinamentos e Desenvolvimento Humano LTDA

Siga Nossas Redes Sociais