Acompanhe os nossos artigos e decida Viver Bem

Como reduzir o estresse mental de forma rápida e natural


Agora mais que nunca podemos afirmar, O ESTRESSE MENTAL É UMA VERDADEIRA PANDEMIA.

O momento atual que estamos vivenciando é um verdadeiro teste para nossa harmonia mental. O fato é que quando falamos de estresse, observamos que para muitos é quase um estado padrão de vida cotidiana, logo, aprender como lidar com esse estado mental é quase que uma forma de sobrevivência.


Podemos definir estresse mental como:

Tensão ou pressão interna causada pela dificuldade de gerenciar o aglomerado de informações que são recebidas pelos estímulos externos. E nesse momento, quantos estímulos heim?!

É comum ouvir de participantes de nossos treinamentos e programas que o estresse vem sobre eles de forma muito rápida e constante, logo, gostariam de algo que os libertasse desse estado rapidamente. O que podemos dizer é que sim, existem técnicas que te ajudam a gerenciar o estresse, porém é de suma importância entender como e o porque o estresse se acumula tão rápido. Quando ficamos muito estressados e com frequência, pode significar que estamos sendo morada de vários conflitos internos e que não temos consciência deles, o que torna quase impossível nos livrar rapidamente desse estado porque só conseguimos nos livrar daquilo que podemos “ver” correto? Então, a primeira coisa a ser feita é aprender a identificar o que nos causa esse estresse.


Afinal, o que causa o estresse mental?

Para responder essa pergunta podemos usar uma frase que utilizamos muito em nossos treinamentos, quase que um mantra para nós:

“Não é o que acontece com você, mas o significado que dá ao que acontece com você que tem o poder de mudar a sua vida”. Podemos ler esse final como “que tem o poder de te estressar mentalmente ou não”.

Sim, o estresse mental é desencadeado e se desenvolve lentamente no início por estímulos ou informações de natureza objetiva ou subjetiva ou até ambas ao mesmo tempo. Acontece que não podemos observar a sua progressão devido a nossa falta de compreensão de nossa energia mental. Quanto maior a nossa energia mental, mais benefícios como confiança, felicidade, foco, força de vontade, produtividade teremos.


Então o que fazer para reduzir o estresse?

Bem, existem técnicas que você pode aprender a utilizar para reduzir o estresse e o melhor, de forma rápida e natural. Quanto mais cedo você utilizar, mais rápido irá usufruir de seus benefícios. É importante lembrar que para que qualquer técnica ou dica tenha sucesso é necessário que você compreenda a essência dela e utilize-a quando tiver pleno conhecimento de que realmente é o momento necessário. Outro ponto importante é, lembre-se sempre da intensão verdadeira e positiva ao utilizar qualquer técnica, caso contrário, será apenas mais um exercício.


No contexto de estresse mental, por exemplo, ficamos assustados e ansiosos em algumas situações pelo fato de não sabermos o que está acontecendo ou o que vai acontecer. Em meio a pandemia que estamos vivendo milhares de pessoas estão sofrendo com uma sobrecarga de informações e a incerteza do futuro está comprometendo verdadeiramente sua saúde mental. O estresse mental está presente mais do que nunca. Quanto mais nos movemos nessa incerteza, maior e mais pesado se torna o nosso estresse mental.


Quando nos tornamos capaz de lidar com desafios e situações estressantes da vida, automaticamente aumentamos a nossa confiança o que deixa a nossa vida muito mais significativa e bem-sucedida. E para fazer isso é necessário um conjunto de atividades, ferramentas e prática. Se você está lendo esse artigo, alegre-se! Você já está no caminho certo para aprender a lidar com o estresse.


Algumas atividades para aliviar o estresse

Você talvez ao ler as atividades abaixo se indague: “é isso que vai aliviar meu estresse?”, e posso te falar, sim! Por mais simples que pareça, isso vai te ajudar a aliviar seu estresse.


1 - Observar e curtir a natureza de forma verdadeira

Apreciar a beleza é uma das forças de caráter do ser humano, acontece que mesmo quando estamos cobertos pela natureza, não estamos MENTALMENTE, emocionalmente presentes. Quantas vezes você esteve em um lugar lindo, mas ficou lembrando de problemas? Quando falamos em observar e curtir a natureza é estar com presença plena no momento em que estiver fazendo isso. APRECIAR É UMA ARTE.

2 - Fazer caminhadas

Sei que parece estar mais complicado agora para sair e caminhar, mas nada te impede de colocar uma mascara e começar a usufruir do benefício desse simples movimento. Caminhar principalmente em locais arborizados coloca o cérebro em estado meditativo, permitindo reflexão. Além disso, pode otimizar a concentração em até 20%. Caminhar também libera endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar, permitindo que se sinta mais relaxado e calmo.

3 – Praticar exercícios

Mesmo durante essa quarentena, é possível praticar exercícios em casa. A prática de exercícios físicos é uma verdadeira aliada no alívio do estresse. Além disso, reduz os sintomas da TPM, melhora o humor, aumenta a autoestima e a sensação de bem-estar.

4 – Ouvir músicas

Uma boa música sempre ajuda! Seja tocando um instrumento ou ouvindo música você estará reduzindo os níveis de cortisol em seu corpo. Cortisol é o hormônio responsável pelo estresse. Além disso, ouvir música é uma verdadeira aliada para o combate da ansiedade. Uma dica importante é: Ouça músicas que te conectem com estados emocionais positivos.

5 - Cantar

Não tem problema se você só canta no banheiro. Já dizia o personagem de Miguel de Cervantes em Dom Quixote: “Quien canta sus males espanta”. Sim, cantar tem vários benefícios, um deles é você simplesmente LIBERAR GERAL, se sentir livre cantando. Além disso, irá aumentar seu bem-estar, diminuir o estresse, aumentar capacidade pulmonar, respiratória e cardiovascular. Já decidiu o que vai cantar hoje?

6 – Dançar

Dançar faz o seu corpo entrar em harmonia com mente e coração. Um das razões científicas de que a dança tem a capacidade de agir como um calmante provém justamente da ideia de que, quando o corpo se sente bem, a mente também. Ao realizar atividade de movimento físico você libera endorfinas que servem para aliviar o estresse.


SIMPLES NÃO É?


Porém não vamos parar por aqui. Queremos realmente te desafiar a viver bem e por isso, não basta apenas saber as atividades para reduzir o estresse. É importante entender a natureza do seu estresse mental para reduzi-lo e até eliminá-lo completamente. Como vivemos dentro de um redemoinho de atividades, tarefas e deveres diários, quase não temos tempo para nos dedicarmos a essas atividades naturais que aliviam o estresse. Só recorremos a eles quando nosso corpo já clama por ajuda e utilizamos essas atividades naturais quase como ferramentas de alívio de estresse, porém, muitas vezes após o término de cada atividade, basta um gatilho e o estresse mental parece nos dominar novamente.


O que acontece então? Muitos de nós optamos por outras atividades como comer, ver tv, fazer compras, jogar, beber, drogas, etc. como um atalho para aliviar de forma temporária o estresse. O que acaba gerando consequências negativas ao longo do tempo como obesidade, sedentarismo, depressão, tédio, ansiedade e por aí vai.


Como resultado, o estresse mental obscurece nossa clareza, retira nossa criatividade não permitindo que a nossa inteligência se expanda, o que nos deixa sem motivação para lidar com a causa raiz de tudo.

Bem, você viu acima algumas atividades que vão te ajudar a aliviar o estresse. Agora vamos para algumas ferramentas que colocadas em prática irão impulsionar o alívio imediato.


Ferramentas para reduzir o estresse mental

No início desse artigo falamos sobre energia mental. Uma das ferramentas principais para você aplicar é se conectar um uma das mais poderosas energias mentais que existe, a gratidão.


Gratidão

Quando você se conecta com o sentimento de gratidão por qualquer uma de suas atividades, você muda imediatamente o seu estado mental estressado para pacífico. O compromisso com a prática diária de gratidão reduz uma série de emoções negativas e é uma desintoxicação natural do estresse para a mente e o corpo. Estudos indicaram que as pessoas que se sentem mais gratas são mais saudáveis ​​e resistem ao estresse na vida. Isso acontece porque quando você reconhece a gratidão pelo momento presente, está enviando informações ao cérebro que acalmam imediatamente o sistema nervoso central, produzindo hormônios positivos como serotonina e dopamina. Esses hormônios reduzem o estresse mental e conectam você com o bem-estar, um sentimento de recompensa por ter alcançado um objetivo. Um ótimo alavancador é se sentir grato pelo que te estressa, pois em tudo que nos acontece seja bom ou ruim, estressante ou não, sempre há um aprendizado.


Respiração

A respiração é um dos mecanismos automáticos do nosso corpo que podemos controlar. Um ótimo exercício é você criar um padrão de respiração de relaxamento toda vez que se conectar com algo que se sente grato. Por exemplo, inspirar profundamente e expirar até esvaziar o pulmão por completo toda vez que se conectar com algo positivo, um momento de gratidão, de amor, de felicidade. Quando você faz isso de forma consciente e torna isso uma prática, você está criando uma âncora, ou seja, toda vez que você inspirar profundamente e expirar, automaticamente seu cérebro irá associar esse padrão de respiração com algo positivo e te conectará com esses sentimentos. Use a respiração e a gratidão toda vez que tiver realizando as atividades acima mencionadas ou qualquer outra. Assim, você vai ajustando ao seu próprio modelo. Ou seja, unir uma atividade que te faz bem, com a gratidão e a respiração. Assim, logo estará criando as suas próprias técnicas para reduzir o estresse.


Que tal aprofundar um pouco mais?


Técnica para gerenciar o estresse

A técnica que vamos utilizar agora é para ajudar você a atuar na causa raiz do estresse. Para isso, vamos realizar um passo a passo mais profundo, onde iremos unir as atividades anteriores com energias sutis para criar pensamentos específicos e eliminar o estresse mental. Sabemos que é importante mantermos a nossa mente calma e reduzir o estresse, mas o mais importante é treinar a nossa mente para se manter ocupada de forma mais eficiente. Afinal, as informações continuarão vindo certo?


1º Passo

O primeiro passo é você identificar a causa raiz de seu estresse. Uma forma de fazer isso é estar ciente do que está ao seu redor e de como são as suas reações; é uma pessoa ou as ações dessa pessoa? É um comportamento seu? Um comportamento de alguém? É como estou enxergando as coisas a minha volta no trabalho ou em casa? Seja realista com você mesmo e tome o tempo que for necessário. Esse processo de identificação é importante pra você.

Quando você tomar ciência do que realmente está estressando você, lembre-se da frase do início desse artigo: “Não é o que acontece com você, mas o SIGNIFICADO QUE DÁ para o que acontece com você que tem o poder de mudar a sua vida”.


Feito isso, gere sentimentos específicos como: “sou grato por esse desafio e encontrei uma maneira de aceita-lo como é mudando o significado que estou dando para isso. Pois a partir de hoje, com esse novo significado, reagirei mental, física e emocionalmente diferente” inspire profundamente expire e diga “me sinto muito melhor por isso”. Depois que fizer isso, essa causa raiz não terá o mesmo nível de influência sobre você.


2º Passo

Para esse segundo passo é importante que se lembre dos pensamentos do passo 1.

Em posse de todos os recursos que adquiriu até agora, aproxime-se do estressor quando se sentir pronto. Veja o exemplo a seguir:

Digamos que seu chefe, marido, filhos, esposa, ou amigos estão enfrentando alguma dificuldade e isso está estressando você. Lembre-se do passo 1 e leve apenas alguns minutos para entender e aceitar que eles não podem fazer melhor que isso. Seja grato por isso. Eles fazem parte de sua vida e de seu crescimento como indivíduo. Você abriu o seu caminho, passo a passo, e é parcialmente responsável por estar nessa situação com eles.


Se essa situação não ameaça a vida, não passa de um desafio, uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento. Inspire profundamente e expire. Aplique a gratidão e a respiração exatamente no momento em que a situação estressante estiver acontecendo.


3º Passo

Praticar, praticar e praticar. Pratique as atividades e ferramentas de forma consciente e com intensão positiva não só nas atividades para o alívio de estresse, mas também nas situações estressantes e faça isso de forma contínua. Com o tempo, você se tornará um verdadeiro especialista em lidar com o estresse.

Você notará uma mudança na forma como significa as coisas e em como sua abordagem será regida pela gratidão e paciência. Você irá perceber que com o tempo, as pessoas que estão ao seu redor, irão mudar também, por você está rompendo um padrão de ciclo de estresse.


Você sempre está no comando de sua vida. Viver uma vida de forma estressada é uma opção e se você se compromete em viver bem, essa opção pra você deixa de existir.


Esse é o desafio de Viver BEM!




31 visualizações

Contato

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

MMXX © Copyright - Desafio Viver Bem

Maximize Treinamentos e Desenvolvimento Humano LTDA

Siga Nossas Redes Sociais